Autodeterminação dos povos e integração latino-americana por meio da valorização da cultura e da democratização da comunicação.

Share
→ Conheça o Soyloco
17 de novembro de 2010 —

Apôitchá promove atividade de valorização da consciência negra através Novembro Negro em Lucena-Paraíba

A APÔITCHÁ – Organização Não Governamental – está localizada na cidade de Lucena, situada no litoral norte, a 50 km de João Pessoa, Capital da Paraíba. Nesta cidade litorânea, cheia de belezas naturais, onde o acesso é feito por transporte marítimo de balsa do município de Cabedelo atravessando o Rio Paraíba em seu encontro com as águas do mar ou pela estrada rodoviária PB-025 pelo transporte intermunicipal com paisagens de extensos canaviais e coqueirais, passando pelo mágico portal de Bambus é que chegamos à cidade de Lucena.

 Apôitchá promove atividade de valorização da consciência negra através Novembro Negro em Lucena Paraíba

Adentrando-se mais na mata, seguindo “O caminho dos cajus amarelos” e que se chega no Castelo Encantado da Apôitchá, guardado pelos beija-flores e recebendo a luz ao abrigo da “A Roda do Sol”.

O nome APÔITCHÁ se deve a uma expressão local do caboclo lucenense que quer dizer “a pois tá”, que assim como o nº 8 é pronunciado pelo caboclo como “oitcho”, o “a pois tá” também é pronunciado como “Apôitchá” para dizer por exemplo “Apôitchá certo, Amanhã tô lá”. Como símbolo de valorização da cultura popular, a expressão local deu origem a sigla APÔITCHÁ – Associação de Apoio ao Trabalho Cultural, Histórico e Ambiental.

Dentre diversas ações que são desenvolvidas na Organização, as quais podem ser conferidas no sítio www.apoitcha.org, está em destaque o Novembro Negro.

Como maneira de despertar a sensibilização da sociedade para a raiz negra presente em todos nós e a celebração do mês de novembro como mês da Consciência Negra, Acontecerá no dia 20 de novembro, dia da consciência Negra o evento chamado Novembro Negro.

cultura de nois cartaz atuai ok1 722x1024 Apôitchá promove atividade de valorização da consciência negra através Novembro Negro em Lucena Paraíba

Divulguem para seus contatos e dentro do possível: compareça! Vale a pena ver que, apesar de muitos serem brancos ou pardos, todos tem na raiz a negritude que pode se manifestar, que pode se valorizar, que pode revolucionar.

texto e imagens captados do site www.apoitcha.org

Tags da rede Soyloco